9 de janeiro de 2009

PESTOTIRA

VIRA DA DESGARRADA
SINGLE, POLYDOR, 2063033

As canções incluídas neste single da Polydor, de 1978, foram extraídas do LP "CANTIGAS DUMA TERRA À BEIRA MAR", editado pela mesma etiqueta em 1977, e que brevemente apresentaremos.
A fotografia da capa, pertencente à mesma série do single "O Menino" (Polydor, 1976), cujo autor desconhecemos, apresenta-nos uma Tonicha "à la page" dos anos 70: calça de ganga à boca de sino que tanto furor fez na época.



FACE 1
PESTOTIRA
(Popular/Arranjo: J. Libório)

FACE 2
VIRA DA DESGARRADA
(Popular/Arranjo: J. Libório)



Estes dois temas foram reeditados em CD e podem ser ouvidos no álbum "CANÇÕES PARA OS MEUS NETOS..." (Universal, 2008).
O tema "Pestotira" pode também ser ouvido no CD "OS MAIORES SUCESSOS" (Polygram, 1990), assim como na "ANTOLOGIA 77-97" (Universal, 2007) e no mais recente CD de Tonicha, "CANTOS DA VIDA" (Farol, 2008).

VIRA DA DESGARRADA
(Popular/Arranjo: J. Libório)

Ai amor toma lá pinhões
Ai que eu venho agora da feira.
Ai amor toma lá pinhões
Ai que eu venho agora da feira.
Ai casar e ganhar pra ti
Ai mais valia estar solteira.
Ai casar e ganhar pra ti
Ai mais valia estar solteira.

Refrão:
Ai o vira da desgarrada
É dançado com jeitinho
É batido e salteado
Ai nos braços do meu amorzinho.

Ai amor toma lá pinhões
Ai que eu venho de Santarém.
Ai amor toma lá pinhões
Ai que eu venho de Santarém.
Ai casar e ganhar pra ti
Ai calhava-te muito bem.
Ai casar e ganhar pra ti
Ai calhava-te muito bem.

Refrão (1x)

Ai amor fazes um vistão
Ai montado no teu cavalo.
Ai amor fazes um vistão
Ai montado no teu cavalo.
Ai saudades de ti me dão
Ai nos dias em que te não falo.
Ai saudades de ti me dão
Ai nos dias em que te não falo.

Refrão (1x)

Sem comentários: