14 de novembro de 2008

FADINHO DA COMIDA

ISTO AQUI É O DA JOANA
SINGLE, POLYGRAM, 2063073

Corria o ano de 1981 quando saiu para o mercado um novo single de Tonicha.
Editado pela etiqueta Polygram, "Fadinho da Comida" teve produção de João Viegas e arranjos de Pedro Osório.
Este tema foi reeditado em CD, primeiro pela Polygram, numa compilação de 1990 chamada "OS MAIORES SUCESSOS". Já mais recentemente, em 2007, voltou a integrar uma colectânea, desta vez da Universal, numa recolha do repertório de Tonicha à qual a editora chamou "ANTOLOGIA 77-97".
O single "Fadinho da comida" foi uma das nossas últimas aquisições, que assim veio enriquecer a nossa colecção de vinis de Tonicha e que agora divulgamos. A capa do disco é assinada por José Júlio Barros.



FACE A
FADINHO DA COMIDA
(António A. Pinho / Nuno Rodrigues)

FACE B
ISTO AQUI É O DA JOANA
(António A. Pinho / Nuno Rodrigues)

A contracapa deste single traz uma belíssima fotografia de Tonicha com o cabelo comprido, muito loiro, e com a franja que usou durante muito tempo e que, ainda hoje, é lembrada por muitos.


FADINHO DA COMIDA
(António A. Pinho / Nuno Rodrigues)

Quem me dera o velho gosto do cozido
como dantes se fazia,
quando a gente enchia o nosso próprio enchido
ai que bem que me sabia,
como dantes se fazia.

Quem me dera ainda aquele pão caseiro
que bom cheiro que ele tinha,
quando a gente então passava p'lo padeiro de manhã,
de manhãzinha.

REFRÃO
Ai que gosto que a comida tinha outrora
ai que gosto que nos dava então comê-la
porque agora em vez de gosto tem um preço,
que por subir de hora a hora
já nem dá vontade vê-la. (2x)

Quem me dera que a batata ainda tivesse
sendo nova o gosto antigo,
e ao casar com o bacalhau então pudesse a gente cá
chamar-lhe um figo,
ao gosto antigo.

Quem me dera ter alfaces bem verdinhas
mas são quasi clandestinas,
pois agora nestas hortas alfacinhas só lá cheira
a pesticidas.

REFRÃO (2x)

Quem me dera que soubesse o carapau
como dantes me sabia,
e pensar que agora sei já não ser mau,
não saber a porcaria,
como dantes não sabia.

Quem me dera fosse puro o meu azeite
como era antigamente,
quando a vaca já nem gosto põe no leite
com franqueza, francamente.

REFRÃO (2x)

1 comentário:

lik disse...

A Universal é a antiga Polygram por isso aparecerem os mesmos temas.